fbpx

Roda de conversa sobre “O Brasil não cabe no quintal de ninguém “, terça-feira, dia 10,no Rio, Colégio Brasileiro de Altos Estudos da UFRJ

Share Button

Trecho do livro O Brasil Não cabe no quintal de ninguém

Share Button

Paulo Nogueira Batista Jr. comenta sobre seu novo livro, O Brasil não cabe no quintal de ninguém

Share Button

Trecho do livro O Brasil Não cabe no quintal de ninguém

Share Button

Reservas devem ser preservadas para garantir a posição externa do País

Cuidado. O estoque de dólares constitui elemento central da segurança externa do Brasil

Ressurgiu o debate sobre se seriam excessivas as reservas do Brasil, atualmente em torno de 380 bilhões de dólares. Não seria possível dar melhor uso a esses recursos em vez de deixá-los parados, rendendo juros modestos em aplicações no exterior?

A discussão foi desencadeada, desta vez, pelo presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, que começou a vender reservas gradualmente para suprir a falta de moeda estrangeira no mercado. Ele disse também que o BC passaria a operar com o conceito, supostamente mais relevante, de “posição cambial líquida”, isto é, a diferença entre o estoque de reservas e o de swaps cambiais.

Ler mais
Share Button

Nogueira Batisra comenta seu novo livro, O Brasil não cabe no quintal de ninguém

Share Button

GloboNews edição das 18 horas

Matéria sobre o lançamento do livro O Brasil não cabe no quintal de ninguém

https://globosatplay.globo.com/globonews/v/7951708/

Confira a partir de 01:26:40”

Durante o lançamento do livro de Paulo Nogueira Batista Jr., a Globonews entrou ao vivo no final do programa comandado por Leilane Neubarth.

Share Button

O Brasil não cabe no quintal de ninguém (2019, Leya)

O Brasil não cabe no quintal de ninguém, de Paulo Nogueira Batista Jr., é o relato dos bastidores da passagem de um economista brasileiro por duas instituições internacionais, o FMI (Fundo Monetário Internacional) e o banco de desenvolvimento criado pelos BRICS – o grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. Durante mais de dez anos no exterior, ele participou da luta pela reforma da arquitetura financeira internacional após a crise de 2008 e enfrentou a resistência de representantes de países ricos. Antes disso, fez parte da equipe que negociou com o Fundo Monetário Internacional (FMI) e os bancos credores em 1985-1987, durante o governo de José Sarney.

O lançamento do livro O Brasil não cabe no quintal de ninguém está previsto para final de setembro.

Share Button

O Brasil e a economia internacional: recuperação e defesa da autonomia nacional (2005, Elsevier)

Este livro procura contribuir para que o Brasil supere definitivamente os descaminhos e problemas herdados da década de 1990 e retome o seu desenvolvimento como nação independente. O livro trata das relações econômicas externas do Brasil e está dividido em duas partes. A primeira aborda a dimensão cambial e financeira do relacionamento externo da economia brasileira e temas correlatos. A segunda, as negociações comerciais do Brasil, em especial a mais difícil delas – a Alca.

Share Button

A economia como ela é … (3. ed. 2002, Boitempo)

O livro de Paulo Nogueira Batista Jr. traz um ousado e provocativo enfoque sobre temas que marcam a atualidade: economia brasileira, “globalização”, dependência e desnacionalização, tributação e finanças públicas, política cambial e dívida externa, personalidades da cena brasileira, o quadro econômico mundial, o Brasil e sua inserção internacional. Em geral, o autor destoa das opiniões dominantes sobre esses temas. Segue sempre o caminho da independência, não subordinando as suas avaliações às de correntes doutrinárias, acadêmicas ou partidárias. Prefere os riscos da polêmica e do combate no plano das ideias.

Share Button